Pessoas que usam o Facebook como principal fonte de informação são menos propensas a se vacinarem contra a COVID-19

341

Um novo estudo revelou que as pessoas que usam o Facebook como principal fonte de notícias são menos propensas a serem vacinadas contra a COVID-19. Portanto, é muito importante saber como detectar a desinformação nas mídias sociais.

Crédito: voanews.com

O Facebook é uma plataforma digital para compartilhar fotos, histórias e opiniões. É também uma ótima maneira de se manter conectado com pessoas próximas e queridas. Mas muitas pessoas consomem a maior parte de suas notícias através do Facebook.

Uma pesquisa realizada nos EUA descobriu que várias pessoas com acesso a vacinas obtêm suas informações COVID-19 principalmente das mídias sociais como o Facebook.

Crédito: internationaldisabilityalliance.com

Uma co-autora da pesquisa Katherine Ognyanova disse: “Isso pode ser porque eles encontram mais informações erradas dentro dessas plataformas. As falsas histórias podem se espalhar rapidamente e alcançar grandes grupos de pessoas virtualmente. Também pode ser porque os americanos não confiam nas instituições tradicionais (mídia mainstream, governo, especialistas em saúde), mas sim confiam principalmente nas redes sociais para suas notícias”.

Crédito: indy100.com

A pesquisadora também disse: “Muito provavelmente, é alguma combinação dos dois, e precisamos de mais pesquisa para entender melhor o que está acontecendo”.